08 dezembro 2012

4

Isto por aqui está mau... muito mau mas felizmente é só em relação ao tempo que é quase zero para estes interténs mas como é óbvio não poderia deixar de vir aqui (mesmo passados 8 dias) assinalar este dia.

Parabéns minha Fadinha!


14 novembro 2012

A Viver destes...



Sorrisos

 
                                                                                                              quase 4 anos
 

e Olhares


                                                                                                            quase 8 meses


24 setembro 2012

Do meu grande amor maior... a Fadinha!

Ultimamente, sempre que cá venho fico com a sensação que não tenho dado a devida atenção à minha fadinha, ficando com uma sensação de nó no estômago que me incomoda.

Hoje é dia de dedicar exclusivamente um post a ela!

A fadinha está enorme, peso e altura de uma menina de 4 ou até mesmo 5 anos (ninguém acredita que tem 3).


Continua muito faladora e sociável, simpática e cativante.

Ao mesmo tempo que é muito carinhosa e dengosa também tem um feitiozinho que vai lá vai, ela responde, "exalta-se", "puxa a corda" até não poder mais e leva-nos muiiito ao limite. Nós lá vamos levando, tentando que seja da melhor maneira (que nem sempre é :( ) e esperando que esta fase terríííível passe.


Este ano estavámos com esperança que entra-se para o JI mas foi missão impossível, SÓ ficaram 50 miúdos à frente dela, isto estamos a falar na maior freguesia do país onde SÓ há 3 JI :/ . Fica para o próximo ano, neste continua na avó (que ficou toda contente) mas para complementar inscrevêmo-la em algumas actividades, para já começou com a natação que era um ponto fraco dela, tem medo de água (piscinas, mar) e eu queria mesmo combater esse medo, começou a semana passada e para grande surpresa nossa correu maravilhosamente, até a cabeça debaixo de água ela pôs!! Nos balneários também é a "loucura" (palavras dela) quer tomar banho sózinha, esfregar a cabeça com o shampoo, pôr gel no corpo e lavar-se muito bem com o chuveiro... está a ficar realmente uma crescida. 

Mas do que ela gosta mesmo é de ter uma professora... a Professora Marta... até se vê o peitinho a inchar quando fala dela (saiu à mamã, eu também era assim ;) )

Anda uma cantadeira de primeira (o dia inteiro a cantar) e agora descobriu as maravilhas das palavras e passa o tempo inteiro a perguntar-me como se lê esta e aquela palavra. Também já anda a treinar fazer as contas (deram-lhe um jogo) e por vezes ficamos boquiabertos com o que ela consegue fazer sózinha (depois de uma explicação, claro).

Já consegue vestir e despir, orgulhosamente, as camisolas sózinha e adora ajudar-me na cozinha (já a vou deixando lavar uns "tuperwares").

Com a mana a relação é de amor/quero-te fazer umas malandrices, e neste campo tem-nos dado muito que fazer, adora-a muito, vê-se, mas também adora muito apertá-la e fazer dela uma boneca de borracha.

 

 

Muito resumidamente é isto que tenho a contar sobre a minha fadinha e nem acredito que já passaram quase 4 anos.

Eles crescem MESMO muito depressa e o meu coração lá se vai contorcendo sempre que sinto isso.


23 setembro 2012

6 meses

E os 6 meses chegaram e com eles estão sensação que o tempo voa e o desejo de ter super poderes para o fazer parar!

Com cara de poucos amigos ;)

A fadinha sempre com macacadas, a florzinha sempre a tentar ignorá-la! :D

Já a treinar para gatinhar... malandreca!

Os meus amores!!!

15 setembro 2012

17 dias depois

O cosmos decidiu dar-nos uma lição... aos dois... em simultâneo.

Eu fiquei doente, do tipo de não conseguir fazer nada a não ser ter as mamas à disposição para a pequenota mamar.

Na semana a seguir (como seria de esperar) ficaram as pequenas doentes, felizmente a M. só ficou ligeiramente congestionada e com uma febrícula que logo passou, já a B. sofreu mais um pouquinho e eu ainda a recuperar do "bicho mau" que por cá andou.

No fim de semana fomos visitar a família e no regresso vim acompanhada de duas amigas... umas muletas... no Domingo caí num degrau e dei cabo de um pé (felizmente não partiu nada mas...).

E assim o cosmos decidiu mostrar-me o quanto ele é importante para nós e simultâneamente mostra-lhe o quão difícil é ter de tratar praticamente de tudo sózinho.

A vida é mesma "engraçada" ;)


29 agosto 2012

Há que dizer com frontalidade :D

O O. não é mau marido, não fiquem a pensar isso porque não é (e não são desculpas minhas ;) ), para muitas até é um marido d'ouro, ora vejamos:

- Eu cozinho ele arruma a cozinha (todos os dias)

- Eu limpo cozinha e casa de banho e mudo camas, ele aspira e limpa o pó

- Eu trato da roupa e passo a ferro, ele dobra meias e cuecas

- Também ele muda  fraldas, dá banho às miúdas, dá sopa, escova dentes, limpa pipis e rabinhos de cócó, veste as princesas e tenta penteá-las fazendo pseudo tótós, deita-as, etc.

(nota: mas eu tenho de andar sempre a orientar a coisa senão à coisas que podem ser esquecidas ;) )

 

O que acontece é que para mim, tanto ele como eu não fazemos mais que a nossa obrigação, ambos prezámos e zelámos pela casa que comprámos, então para mim é natural que ambos tenhamos de cuidar dela para a podermos habitar em harmonia, e ambos prezámos e zelámos pelas nossas filhas então para mim também é normal que ambos saibamos ter os cuidados todos para com elas. Não é por ele fazer estas coisas em casa que tem de ter uma medalha tal como é não por eu fazer as outras todas que tb tenho de ter uma medalha, faz parte, ou então melhor, deveríamos receber os dois umas medalhas ;D.

 

Com a chegada da 2ª filha a dinâmica das coisas complicaram um pouquinho e mesmo que as rotinas com a casa e as miúdas se mantenha igual (vá...com um acréscimo de trabalho, mas pronto) o facto de eu não andar a dormir como deve de ser à 5 meses estava a dar cabo de mim, e aí ele falhou porque simplesmente se focou no facto de eu dar de mamar e quando a bebecas chorava ou rezingava ele simplesmente deduzia que era fome (e aí acho porque por vezes também lhe dava jeito deduzir assim).

Temos outros problemas a resolver, claro que temos e só são sérios porque eu lhes atribuo esse peso, somos pessoas diferentes, ele calmo, sereno, caseiro, dorminhoco, geralmente gosta de fazer de conta que está tudo bem quando não está e que só se empenha muito quando é algo que gosta muito como a fotografia; eu mais enérgica, "espalha brazas", madrugadora, sou caseira mas também gosto de fazer coisas, passear, e agora com filhas ir a sitios com elas, ter actividades, quando algo não está bem mostro logo "pego o touro pelos cornos" como se costuma dizer, empenho-me naquilo que gosto mas também naquilo que sei que vai fazer os que amo felizes.

Chateia-me que seja eu sempre a preocupar-me em arranjar programas para fazer com as miúdas, até uma simples ida ao parque... chateia-me que mesmo sendo eu a fazê-lo ele por vezes torça o nariz porque preferia ficar na ronha no sofá (ele vai porque é incapaz de nos "deixar" sair e não ir connosco). Chateia-me esta falta de energia que eu sei que é feitio mas que também sei que quando é algo para ele motivante, como ir fotografar aviões, os olhos até brilham. Gostava de ver esse brilho também n'outras coisas e como não vejo fico revoltada. Se calhar vão-me dizer, é homem, é mesmo assim... mas não tem de ser e principalmente no que diz respeito às filhas.

Bem mas este post não é para lhe apontar mais uma vez o dedo, aliás algumas (senão muitas)de vocês até devem estar a pensar que eu sou é maluca porque afinal até tenho uma marido xpto. Este post é só para fazer alguma "justiça", é para que não fiquem a "pensar" assim tão mal dele, para que não fiquem a pensar que ele é daqueles homens à antiga, que não faz nenhum e ainda é um machista de primeira, não, ele não é nada disso, tem é uns defeitos inerentes à sua condição de Homem (ou não) e os quais nem sempre são fáceis de gerir.


Beijinhos a todas e mais uma vez obrigada pela força!

27 agosto 2012

Obrigada

Queria agradecer as palavras que cada uma me deixou, foram importantes, acreditem.

Quanto ao assunto do post anterior, ontem lá conversámos (na verdade no início foi mais eu a chorar compulsivamente e ele de volta de mim a "implorar" para que lhe dissesse o que se passava) e parece que se fez luz naquela cabecinha. É engraçado como eles podem ser tão pouco observadores! Só se apercebeu que algo não estava bem quando viu que não falava com ele (não por amuar mas porque não me apetecia nem estava com humor para o fazer). Eu sei que os homens geralmente precisam que lhes digam tudo e se possível com desenhos, mas eu irrita-me isso, e principalmente quando são coisas recorrentes. Eu sou do tipo quando algo não me agrada remeto-me ao silêncio para avaliar até que ponto algo me afecta, depois se afecta a sério, converso e explico o que estou a sentir e depois espero que do outro lado haja uma resposta por menor que seja. Quando os assuntos são sempre os mesmo eu canso-me de "conversar", de explicar, de fazer os desenhos. 

Quanto ao assunto sonos parece-me que a mensagem já chegou lá, os outros vai ser com calma que no estado em que ando em vez de concertar posso é só estragar ainda mais.

Entretanto ontem para ajudar à festa fiquei constipada e com uma dor de cabeça daquelas, a minha pequenina mais nova parece que percebeu e brindou-me com uma noite inteirinha a dormir seguido (fofa), no entanto a minha pequenina mais velha acordou às 4h da manhã a querer por tudo ir para a nossa cama, geralmente não me importo mas como estava neste estado e precisava mesmo de descansar o melhor era ela dormir na cama dela, nem imaginam a birra que fez àquela hora da madrugada (e eu a desesperar de cansaço e de medo que acordasse a irmã). O pai, surpreendentemente, levantou-se e ficou com ela na caminha dela até ela adormecer, sinceramente nem pedia tanto pois sei que durante a semana ele tem mesmo de dormir bem para depois estar a 100% no trabalho mas ele insistiu que eu fosse dormir e eu estava mesmo a precisar! Hoje estou ligeiramente melhor, não fosse esta constipação e esta noite de sono fazia QUASE um milagre!

 

 Obrigada:

Cati

Claúdia (do blog Crónicas de uma jovem)

Claúdia (do blogue O nosso pequeno mundo)

Silvana 

Su

26 agosto 2012

Cansada

Um individuo, pai de duas meninas, 3,5 anos e 5 meses, trabalhador, a dormir em média 8h por noite seguidas.


Uma individua, mãe de duas meninas, 3,5 anos e 5 meses, trabalhadora mas a gozar a licença de maternidade, a dormir em média 6h por noite intercaladas, sendo o período máximo 3h seguidas.


Será legítimo a mãe desejar que pelo menos ao fim de semana seja o pai  a tratar das crianças de manhã e geralmente apartir das 8h) para a mãe dormir mais um pouco?

 

Será legítimo a mãe desejar que o pai perceba, por auto análise do próprio, que a mãe, no sentido prático, só é mesmo necessária para dar a mama mas que o resto (mudar a fralda, brincar com o bébé, adormecê-lo) é possível ser ele a fazer?


Será legítimo pensar que é normal, a quem trabalha, desejar no fim de semana descansar mais uma pouco, mas que dormir 8h seguidas permite um maior descanso do que 6h intercaladas?


Estarei ser tão egoísta que o cansaço não me deixa vêr que o estou a ser?


As perguntas são mesmo para me responderem (se estiverem para isso claro) e com o máximo de sinceridade.

22 agosto 2012

Uma mão cheia




5 meses de:

olhos no olhos

  cheiros

  toques

  aconchegos

"conversas"

sorrisos cúmplices


21 agosto 2012

Do querer ao fazer

Ando sem vontade de escrever (já devem ter notado).

O desânimo paira por aqui, a desorganização teima em não sair desta casa e sinto que estou a ser arrastada para este "fora do controlo" e que não estou a ter capacidade de "tomar as rédeas" da situação.

Os desencantamentos do "projecto a dois" também me andam a pesar, a fazer pensar demais, sinto que a vontade de fazer com que resulte se vai esvaindo a cada tentativa. São sempre as mesmas coisas e já não me apetece ter as mesmas conversas, percebi que não vale apena.

Sinto-me triste e embora não o faça, por dois motivos de força Maior, as lágrimas poderiam ser uma visita diária.

A licença já acabou e a eminência de me separar da Margarida deixa-me com um nó no estômago, pensei que seria mais fácil da 2ª vez, mas não me parece, nestes quase 5 meses só estive longe dela 1h30, e foi uma 1h30 sufocante.

As amigas não têm ligado... nem sms tocam no tlm... ...estou a ser parva pois na verdade também não me apetece falar mas entristece-me perceber que nem tentam.

Bem... ...


Tenho as minhas filhas, são tudo para mim, e por elas tento espelhar diáriamente a felicidade que me dão, escondendo a parte que está a faltar. Tenho de fazer mais por elas, sair mais, fazer mais praia (só fomos uma vez), ter mais actividades, brincar mais com elas, e isso passa também por me desligar mais deste mundo cibernético. Tenho de fazer porque quero e deixar de esperar que outros também queiram
.


29 julho 2012

9 +4 = 13 - 1 (isto tudo só para dizer 12)

(desculpem o título mas às vezes dá-me para estas maluqueiras, na minha cabeça pensei "ai o título tem de ser elaborado devido à importância do assunto" mas depois a inteligência não ajudou lol (eu já tinha avisado, não sei em que post, que não era boa da cabeça ;) )


Parece que foi ontem que fiz este post mas a verdade é que já faz hoje 1 ano que a então partícula microscópica era anunciada aqui iniciando assim a sua existência neste cantinho que desde então passou também a ser seu.

(Está a passar tão rápido... ainda mais rápido que da 1ª vez)

25 julho 2012

E cresce... e cresce... e cresce

Quando fui mãe pela primeira vez embora soubesse que este amor seria enorme, fui surpreendida por um amor avassalador. Ao engravidar pela segunda vez o medo desse amor se dividir chegou a pairar na minha cabeça mas mais uma vez esse amor imenso mostrou-me o quão grandioso pode ser e com a chegada da M. cresceu exponencialmente.
Eu não estava era a contar que esse amor pudesse ser elevado para outro patamar e isso acontece quando vêmos e vivemos isto



Ter o previlégio de assistir ao nascer e crescer do amor que sentem uma pela outra faz com o que sinto por elas seja levado para outra dimensão, é simplesmente transcendental!

24 julho 2012

4

Foi no Domingo que chegamos aos 4 meses da minha linda e cheirosa flôr.
4 mesinhos muito intensos, por vezes sofridos, mas sempre cheios de muito amor.


18 julho 2012

Parabéns Avó


Porque ser mãe é também saber partilhar aqueles que mais amámos com aqueles que sabemos que também amam quase ou tanto quanto nós.
Obrigada Sogrinha!

15 julho 2012

O Ontem, o Hoje e o Amanhã

Ontem fomos sair à noite! Sim, para mim foi entusiasmante visto já não o fazer à imenso tempo. Jantamos mais cedo, dei mama e lá fomos os quatro para a feira medieval cá da vila. A fadinha adorou e a Margarida dormiu um soninho no marsúpio que foi uma maravilha, depois o barulho ganhou (e a hora da nova mamada tb) e lá viemos para casa. Enquanto fazíamos o caminho de retorno  dei por mim a observar mentalmente aquela multidão e em como todos se divertiam, dei por mim a pensar nos tempos em que tb eu podia sair de casa sem horas marcadas, jantar (e beber) o que me apetecesse lá mesmo pela feira, ter a liberdade de dali ir ainda pr'ácola, senti-me nostálgica (estava triste). Depois despertei, olhei em redor daquele veículo que me levava de retorno à minha vida, e vi a minha flôr sossegadinha a vêr as luzes cintilantes da noite, vi a minha fadinha com um ar sereno e feliz, já adormecida, com o saco dos pães com chouriço (ainda) na mão (que ela precisa sempre de comer qualquer coisinhas quando sai ;) )  e constatei (mais uma vez) que ali estava aquilo que eu mais queria na vida.



P.S.: estou triste, sinto  um nó na garganta e um aperto no peito. Todas as fotos dos primeiros 2 anos de vida da fadinha e  que estavam no PC perderam-se. O PC "apanhou" uma "virose", o Oct conseguiu salvar tudo mas falhou a pasta das fotos dela. Sei que são só fotos mas são tb as lembranças que registamos e que um dia queria mostra-lhe e passar-lhe pois fazem parte de uma parte da vida dela que ela não se vai lembrar.

16 junho 2012

"Quem é vivo sempre aparece"

Meu Deus, ao tempo que não vinha aqui!!! Não vos abandonei mas tenho andado mais afastada da internet, vou ao face pois lá acabo sempre por falar com amigos de infância e família e depois esgoto o meu tempo para poder vir aqui. Deve haver muitas novidades (ou não) e por isso vou dar (tentar) um saltinho aos vossos cantinhos.
Por cá as princesas estão bem, fadinha e flôr a crescer a olhos vistos e o tempo a passar rápido de mais.
Eu estou a precisar urgentemente de fazer dieta, cortar o cabelo, comprar uns trapitos e espairecer, estou feliz mas a precisar de uns miminhos tb, não me ando a sentir a 100%, não me ando a sentir sexy e isso reflete-se em alguns aspectos da nossa vida ( do you understand? ;) ).
Mas voltemos às coisas boas, as pataniscas cá de casa:

A fadinha a ajudar (desarrumar) nas lides da casa



A fadinha numa das suas actividades favoritas... compras! (até tenho medo do que o futuro me reserva ;) )



A nossa flôr




Os duendes que tornam a nossa vida MÁGICA!


 

Bjs para todas


25 maio 2012

22 maio 2012

2 meses deste Amor!

Chegámos aos 2 meses e agora sim, parece-me que estamos a entrar em velocidade de cruzeiro :)


a qualidade da foto não é a melhor mas o amor (e palhaçada) é muito!

 

Comecemos por mim: estou mais calma, mais feliz (que este sol tb ajuda) e a sentir-me mais capaz. Esta miúda chegou e conseguiu abalar muito a minha confiança, com a fadinha embora a 1ª tudo surgiu tão naturalmente e sem grandes stresses, talvez por ser uma bébé muito Zen, já a minha perfumada flôr chegou e baralhou-me o esquema todo, não que seja uma má bébé mas tem os seus quês e para uma pessoa como eu que gosta das coisas programadas e organizadas, não foi fácil, mas mesmo assim está a ser muito bom, e esse abalo que sofri no início é compensado por cada sorriso que recebo das minhas filhotas.

 

A fadinha: continua a ser a melhor e por vezes a mais terrível das "criaturas", a obediência e a paciência não me parece que vá fazer parte das suas virtudes, não pára quieta um minuto e está fora de questão ficar sózinha um segundo que seja com a irmã, ela espeta-lhe o dedo nas bochechas, acima do nariz entre os olhos, se a apanha a dormir tenta acordá-la de todas as maneiras e mais algumas, se puder aperta-lhe as mãos ou os pés e abana como se a fosse "esfrangalhar", para não falar na espreguiçadeira que embala, não fossemos nós e a pequenita já tinha saído disparada em voo livre da dita. Ao mesmo tempo mostra um amor e um carinho por ela que me faz sentir a mãe mais feliz e orgulhosa do mundo, coisas como "Eu adoro a minha irmã" ou virar-se para ela e dizer "Olá meu amor grande da mãe" (ela às vezes mistura tudo  ;) ), o querer despedir-se todas as noites da mana e o ser a primeira coisa que faz de manhã é saber onde está a maninha.  Os ciúmes quase não se notam, agora entrou numa fase que não quer dormir sózinha no quarto (normal) então sempre que posso (se não estou a dar de mamar), vou com ela para o quarto e ficámos as duas deitadas na caminha dela, no mimo, até ela adormecer. Sinceramente, estes momentos para além de ela os solicitar, para mim estão a ser fundamentais, tenho tantas saudades da minha filha, dos nossos momentos (não sei se compreendem o que quero dizer com isto).

 

A flôr: ai a minha "piquinina", é uma bébé deliciosa, não gosta muito de dormir durante o dia mas à noite já nos vai premiando com umas 6 horitas de sono. Detesta chucha e ADORA mama, acho que se ela pudesse andava sempre com uma na boca ;), ri-se muito e quando vê a mama... ... é só imaginarem!! :D Já está a tentar palrar e já dobra o riso. Não posso, de todo, comer chocolate ou lacticínios pois a seguir as cólicas atacam. Adora o banho e massagens mas detesta pentear-se. É linda a minha flôr e tão parecida com a irmã, nesta altura.

 

E assim chegámos aos 2 meses e cada dia que passa este amor que se multiplicou cresce exponencialmente ao simples olhar de cada uma das minha filhas.

06 maio 2012

Felicidade é isto!!!

O Sol brilha e lá fora
ouvimos os passarinhos a chamar por nós.
Sentimos os nossos corações bater
e a felicidade inunda todo o meu ser
Sou mãe ... ... SOU MÃE!!

Quando acordei os meus olhos viram isto ;)
Obrigada meus amores, OBRIGADA por fazerem de mim aquilo que eu mais quero no mundo, ser a vossa mama!

Eu acabadinha de sair do "choco" portanto muito pouco própria para consumo ;) mas feliz!

Feliz dia das mães para todas vocês
Beijo do tamanho do Mundo!



05 maio 2012

Olha

que coisa mais linda




Mais cheia de graça


 

É ela menina...


 

Olha que coisa mais linda!







P.S.: Um beijão para todas vocês que nos enchem de palavras carinhosas! E um beijo muito grande cor de rosa, para uma menina que hoje  especialmente merece todo o carinho do mundo

01 maio 2012

E assim,

 

na Plenitude do Aconchego deste Amor,



eu Encontro a Razão da minha Existência...


22 abril 2012

A viver este grande Amor

Um mês deste grande amor!
Um mês deste amor a três (vá quatro que o papá também conta :), é ele que tira as fotos por isso não aparece :) )
Um Mês!!
Parabéns minha bebecas mais pequenina.



11 abril 2012

Longe daqui mas perto com coração

Os dias têm sido complicados (problemas com a amamentação, a pequena mama muito e muito tempo mas tem aumentado pouco de peso + cólicas (malditas!!!!) que nós não sabíamos o que isso era + implementação de rotinas)
Estavamos mal habituados com a fadinha (no bom sentido) e esta florzinha dá-nos mais trabalhinho, se juntarmos a isto uma fadinha enérgica e cheia de vontade em "mexer" na mana ... ... estão a vêr!

Mas tirando isto (típico na maioria dos bébés, eu sei) estamos todos bem e felizes!!

Beijos minhas queridas e querido (o meu marido agora vem aqui cuscar lol)

31 março 2012

31 de Março de 2012

Aos 9 dias cai o cordão há nossa flôr! (ai que ela está a crescer a olhos visto e isso deixa-me de lágrima no canto do olho)

Aos 9 dias temos a nossa primeira manhã de Sábado a três:

Eu sentada no sofá com a flôr na maminha e a fadinha aconchegada em mim ao meu lado e com a sua mãozinha a "segurar" o pézinho da mana.

Que sensação maravilhosa!!! 

29 março 2012

E a Primavera chegou e com ela tu minha flôr

2012, ano bissexto e em que a Primavera chega um dia mais cedo. O que ninguém sabia é que afinal a primavera nesse ano ía chegar dia 22, o dia em que a nossa flôr Margarida nasceu :)

Os dias que antecederam ao nascimento da nossa flôr foram de alguma ansiedade, contracções ao final do dia e a expectativa de que a hora poderia ser aquela.

Dia 21 foi mais um desses dias, aliás pensei eu que até ía ser o dia!
Às 0h00, exactamente, começo com contracções acompanhadas de dor, contracções que variavam de entre 5 a 10 minutos entre elas e que me fizeram esperar ansiosamente pela sua evolução. Esperei, contraí, e até às 5 da manhã (hora em que tudo acalmou e adormeci no sofá) o quadro manteve-se. Nesse dia decidi não ir trabalhar, estava cansada e senti que realmente era altura de ficar por casa.
Passei o dia todo a descansar, e ao final da noite fui deitar como sempre.

Dia 22, às 4h45 da manhã, acordo para a minha visita ao WC e quando me levanto começo a sentir líquido a escorre-me pelas pernas, TINHA CHEGADO O DIA  : D!!
Tomei banho, preparei-me  (foi complicado pois a torneira abriu e não fechava e eu não sabia como ir para o hospital daquela maneira lol), chamei o marido, preparamos a piolha e saímos.
Primeiro fomos deixar a fadinha na avó e custou-me despedir dela, coloquei-a no meu colo, beijei-a e disse-lhe que a mana ía chegar, expliquei-lhe mais uma vez que ía ficar no hospital mas que ela ía lá vêr-me todos os dias. Abraçamo-nos felizes e parti com o meu coração apertado e ao mesmo tempo a transbordar de emoção.
10 minutos até ao hospital (entretanto já tinha passado 1 h desde a ruptura) e na viajem começam as primeira contracções (20 em 20').
Fui observada, mais um toque malvado, mais uma litrada de líquido!
Fomos para a sala de partos, vesti a toilette da praxe, mas antes ainda pude tomar mais um banhinho. Fizeram-me os procedimentos clínicos habituais e a seguir o papá (ansioso) junta-se a nós.
As contracções mantiveram-se com a mesma regularidade e às 8h a minha médica que ía entrar de urgência vem ter comigo, avalia a situação e chega à conclusão (eu também já tinha percebido) que a coisa não estava a evoluir. Decidem dar-me o comprimido. (e ela, uma querida, que sabia que eu queria epidural, aconselhou-me a mal senti-se as dores um bocadinho mais fortes a pedir logo a bendita - assim fiz).
Pedi a epidural mas devia tê-lo feito um bocadinho mais cedo (mania de não querer incomodar :p) e ainda sofri um bocadinho (e chorei um pouco mais ;) ). Admnistraram-me esse néctar (que correu bem melhor que da fadinha) e tudo melhorou muiiiiito!
Ainda levei mais uma dose, mas essa percebi que foi mais ligeira pois tinha a dilatação já praticamente feita e fiquei a sentir ligeiramente as contracções.
Deram-me autorização para puxar quando senti-se vontade e assim o fiz.
Às 15h17, do dia 22, nasce a minha flôr, linda e muito fofa, chorou e a seguir colocaram-na no meu peito e assim ficámos, abraçadas, aninhadas, uns largos minutos. As lágrimas foram muitas, de amor, de felicidade, de a sentir ali tão nossa.
A seguir foi a vez de o papá entrar mais em acção, a enfermeira tratou de limpar a piolhinha e "aspirá-la" e o papá "teve"de vestir-lhe a sua primeira toilette (coitadinho nem sabia para onde se virar :) ).
Enquanto isso, deram-me 1 ponto (só para a coisa ficar mais composta ;) ).
Depois de vestidinha a bebecas lá veio novamente para o meu aconchego, mamou e ficámos ali os três, e só os três a conhcermo-nos e a adorarmo-nos enquanto esperavamos que passassem as 2 horinhas de recobro para depois ir para a enfermaria.
E assim foi a chegada da nossa primavera, cheia de emoções e sentimentos, cheia de muito amor, assim foi a chegada da nossa flôr Margarida!

26 março 2012

Obrigada


Passei só para vos deixar mais uns miminhos como agradecimento de todo o carinho com que nos têm presenteado.Andamos a adaptarmo-nos às novas rotinas e a conhecermo-nos neste novo papel que todos temos cá em casa.
As hormonas já cá andam aos pulos e entre a felicidade que sinto, angustias e choros também estão presentes nestes dias  babyblues. Vale-me o pai que tem sido o pilar e as minhas duas e tão desejadas filhas que são as coisas mais preciosas que tenho na vida (e saber que são 15 diazitos assim e depois tudo melhora ;) )





 A fadinha está a reagir bem, apesar das constantes chamadas de atenção e de (tentar) não deixar a mana em paz. (para nós tem sido muito cansativo mas estou a fazer de tudo para que ela não sinta grandes mundanças no mundo dela)


E entre algumas rebelias lá vai dizendo milhentas vezes o quanto adora a irmã e o quanto ela é a sua "bebejinha piquinina".

P.S.: depois passarei para contar como tudo correu. Foi um trabalho de parto e parto diferentes do primeiro mas correu tudo bem, e o "hotel" correspondeu às minhas expectativas :D
bjs

25 março 2012

Minha flôr Margarida



Hoje, poderia vir aqui falar do que o teu nome significa, até coisas sobre o teu signo e das nossas milhentas e hipotéticas compa e incompatibilidades mas não é disso que quero ou preciso falar.

Preciso te dizer o quanto foste desejada, o quanto te amei mesmo sendo tu ainda apenas uma hipotese no nosso futuro.

Preciso que saibas o quanto já fazias parte de mim desde sempre e de como o facto de te ter aqui faz de mim a mulher mais feliz e completa do mundo.

Amo-te como já sabia que ía ser amar um filho, esse amor que a tua mana que te adora me mostrou e que tu vens  ainda mais perpétuar.

Preciso te dizer de como já não sei viver sem ti e de como isso me faz ser aquilo que sempre quis - a tua mamã.

Amo-te minha flôr, Amo-te infinitamente filha.

Poucas horas de vida


1 dia de vida



22 março 2012

Só pra dizer

que a Primavera afinal chega hoje ;))
4h45 rebentam-me as águas :D
Beijos e rezem por nós please!!!

19 março 2012

Refresh

A flôr ainda continua na sua estufinha!!
(e a mamã já rebenta pelas costuras :) )

Amanhã fazemos as 39 semanas

:DDDD

Beijos grandes

15 março 2012

Ainda por aqui! ;)

Ah pois é, que esta menina (leia-se a florinha) gosta de brincar com a mamã!
Ontem desde as 16h que comecei com contracções acompanhadas de umas moínhas, mas tudo muito irregular como referi. Acabei por adormecer no sofá por volta das 22h30 e a partir daí tudo acalmou.
Hoje voltei a ir ter com a médica para fazer novo CTG e o famoso "toque maldoso" e devo dizer que realmente aquilo doi (da fadinha nunca me fizeram portanto foi uma novidade). Fui trabalhar.
Agora lá voltaram as meninas contracções com as moínhas que é para não estranhar lol.
Quando for será e nós estamos de braços abertos para receber a nossa flôr!

(eu vou fazendo o refresh da situação :) )

Beijinhos a todas e  obrigada pelo carinho

13 março 2012

Desafio (finalmente)

A Cris propôs-me este desafio já a algum tempo mas só hoje arranjei um tempinho (físico e psicológico) para o fazer. Mais uma vez obrigada por te teres lembrado de mim ;)

1. escrever 11 factos aleatórios sobre nós próprios:
  • Sou muito orgulhosa quando tenho razão
  • Sei pedir e peço desculpa sem qualquer tipo de dificuldade
  • Adoro chocolate
  • Sou muito independente
  • Sou organizada
  • Detesto chegar atrasada e detesto que me façam esperar
  • Adoro passear (sair de manhã e só voltar à noite)
  • Gostava de ter o dom de saber cantar bem (adoro cantar para mal dos meus queridos cá de casa lol)
  • Sou tímida mas não parece (defesa)
  • Sou rockeira (mas ninguém desconfia eh eh)
  • Sou uma mulher das ciências desde pequenina ;) (área saúde)

2. Responder às perguntas que foram propostas e criar 11 novas perguntas para as próximas pessoas:

- O maior defeito? O orgulho (talvez)

- Uma música?
 Gosto de tantas e de tantos estilos mas esta é daquelas que não consigo ouvir só ma vez - Let it rain  Amanda Marshall

- Mudavas alguma coisa em ti? O quê?
Eu gosto de mim mas prefria ser magra ;)

- De manhã ou à noite? Depende mas gosto de começar o dia logo de manhazinha

- Doce ou salgado? Salgado

- Branco ou preto? Preto mas cada vez gosto mais do branco

- Qual o teu lema de vida? Se eu gostar de mim quem não gostará ;)
- Qual o teu perfume favorito? CK One
- Cabelo curto ou comprido? Comprido
- Qual o teu filme preferido? A vida é bela
- Saia ou calça? Calça

3. As minhas perguntas para vocês:

  • A maior virtude?
  • O que mais gostas em ti fisicamente? Porquê?
  • Números ou letras?
  • Cartas ou e-mails?
  • Um amor e uma cabana ou uma paixão e um palácio?
  • Flôr favorita?
  • A felicidade é?
  • Um fim de tarde numa esplanada com um panaché e uns tremoços, ía?
  • Maior medo é?
  • Botas, sapatos, ténis, sandálias ou chinelo no pé?
  • Estação do ano preferida??

4.Passo o desafio para:
Como demorei algum tempo a participar estou em crer que maior parte já participou no desafio, por isso desafio todas as leitoras que por aqui passam a responderem às minhas perguntas, se assim o quiserem e tiverem na disposição (eu gostava de saber as vossas respostas ;) mesmo que depois não façam o resto do desafio )

5. Ir à página delas e dizer que lhe foi proposto este desafio
Pelo que disse atrás não poderei fazê-lo

6. Nada de tags de volta
7. Postar o conjunto de informações relativamente ao que o desafio consiste


12 março 2012

Recta final

A um dia das 38 semanas mas desde 5ªfeira já com o colo com um trajecto de 1 a 2 cm e permeável a 2 dedos.
Sábado e Domingo com contracções irregulares mas acompanhadas de moínhas.
Algo me diz que está para breve... ... muito breve ;)

Cris já vi, não me esqueci e irei participar no desafio, obrigada querida!

03 março 2012

Sonhos

Ontem, durante o serão, a fadinha esteve abraçada à minha barriga a brincar e falar com a mana, está toda entusiamada porque já lhe disse que está quase a conhecer a bebecas e que ela me tinha dito que já tem um presente para ela juntinho dela dentro da barriga.  Os olhos da fadinha brilharam porque para além de ir ter uma "bebejinha piquinina" ela ainda lhe trás uma prenda especialmente para ela. Mas continuando, devido a estes factos, já no fim da brincadeira com a minha barriga, olhou para mim e pediu-me para tirar a pele da barriga, perguntei-lhe porquê, e com um sorriso malandreco disse-me que queria ver a mana (acho que seria mais o presente ;) ).
Posto isto, o resto da noite correu normalmente, fomo-nos deitar, e pela primeira vez sonhei com a minha flôr e vi a carinha dela!!!
Foi engraçado pois no sonho, a pele da barriga de repente ficou transparente e eu consegui vê-la e ampara-la com os meus braços, foi tão bom!!!!! Depois de repente rebentaram-me as águas e puf foi uma confusão :)
Fiquei contente com este sonho, até porque já algum tempo que ando com uns medos, naturais eu sei, mas que são alimentados pelo facto de nas últimas ecos a pimpolha ter sempre a carita escondida. São aqueles medos de que possa haver algum problema... coisas de mãe... mas de tal maneira que ontem até rezei ao meu pai para "olhar" pelas netas lá do sítio onde ele está.
Ai coração de mãe!!!

02 março 2012

"Mixórdia" de temáticas (desculpa o plágio Ricardo)

Em primeiro lugar quero agradecer às minhas ciberfriends pela tentativa de ajuda em relação aos comentários, algumas das sugestões já as tinha abordado e não vi efeito, mas falta-me experimentar uma ou outra que me sugeriram (temos que ir eliminando hipóteses, não é?) Obrigada minhas queridas

Hoje lá fui eu toda lampeira trabalhar (para surpresa de todos que pensavam que já só me iriam ver daqui a 7 mesinhos lol). Até soube bem, fui de carrinho que é bem menos desgastante (pelo menos nesta fase da minha vida- quando chegar chego ;)) que de comboio, cheguei fresca e fofa e a recepção foi muito boa daqueles que para além de colegas são amigos, boa dos colegas, e das ranhosas (que felizmente são poucas) sinceramente nem preocupei se gostaram ou não lol. 
Hoje também tive a certezinha que o rolhão mucoso aos pouquinhos já está a sair, não há dúvidas :D A minha florinha está-se a preparar para nos vir conhecer :))))
Sinto-me bem (finalmente) e só a azia e uma "asiática" que anda a ameaçar é que me tem molestado um pouco mas nesta altura também já estou por tudo, que se lixe, está quase e tirando isso eu SINTO-ME BEM!
Ontem fui ao "shopking" (é assim que a minha filha lhe chama) ver se via uma túnica e umas leggings giras para quando sair da maternidade (não vá estar lá algum paparazzi para me fotografar lol) mas ou não vi nada de jeito ou então tudo me parecia demasiado pequeno (porque será?! lol), chateou-me foi ir à Zara e até vêr umas coisitas engraçadas e de grávida mas só terem o S ou M e era nova colecção, fiquei a pensar que estão loucos, só S ou M, nem um Lzinho! Hoje como saí mais cedo vou vêr se dou mais uma voltinha para vêr se encontro algo.
Ah! E a última novidade, muito importante, é que o nosso kit para a recolha de células estaminais já chegou hi hi hi, a nossa bébé vai ser uma bébé dadora!!!! :D

Bjs e bom fim de semanaaaaaaaaaaa

01 março 2012

Comentários, comments, ou coisa que lhes valha

Ainda não percebi porque é que em certos blogues eu não consigo deixar os meus comentários?
Fico fula da vida!!
Eu escrevo, ele até assume logo a minha identidade, mas quando clico para publicar o perfil desaparece e informa-me que tenho de escolher um perfil mas não me dá acesso à lista destes.
Que Raiba Carago!!!

P.S.: qualquer ajuda é bem vinda

29 fevereiro 2012

36 semanas

Ontem lá chegamos às 36 semanas e finalmente já me sinto bem e recuperada. Estas duas semaninhas de descanso deram "frutos" e até estou a pensar regressar ao trabalho para a semana, em modo mais soft mas manter-me mais activa pois acho que até ajuda depois, na hora do parto. Parece-me que o rolhão mucoso já anda a sair aos bocadinhos (tal como da primeira vez) :), e já ando ansiosa para fazer o primeiro CTG e avaliação do colo uterino  ;).

Quanto à fadinha, continuamos nas nossas lutas diárias pelo "poder" nesta casa, todos os dias nos amamos muito mas todos os dias também tenho de me chatear, zangar até e o castigo tem sido uma constante diária nesta casa.  Isto deixa-me triste mas a verdade é que já percebi que só assim vamos chegar a algum lado e que ela principalmente precisa destes limites e "punições" para se perceber e aprender a expressar-se, e o engraçado é que apesar de desgastante para nós, já vamos vendo uma ligeira evolução no seu comportamento e na maneira como expressa os seus sentimentos e principalmente as suas frustações. Outra preocupação que temos é ela não associar esta nossa "atitude" com a chegada da mana, preocupa-me que com a chegada da Margarida eu fique assoberbada e não encontre o equilibrio necessário para que a fadinha não associe uma coisa à outra. Bem que Deus me dê a serenidade e sobriedade para fazer o melhor que conseguir.
 Educar é tão mas tão difícil!!

24 fevereiro 2012

Socorroooooooooo

A minha filha é uma "doente tirana".

Hoje depois de beber o leite com papinha perguntei-lhe:

- Queres uma torradinha? (ela adora)

Não queria!

- Queres então um pãozinho com manteiga?

Também não quis.

- Queres umas bolachinhas de chocolate? (nunca diz que não)
- Quero mas das do continente.
- Sim senhora (madame)

 Preparei-lhe uma tigela com algumas bolachas e lá lhe levei. Recostada no sofá e vêr os seus desenhos animados dá uma trinquinha na ponta de uma bolacha e em seguida diz-me.

- Eu não quero bolachas, eu quero uma torradinha!
- Ok! (e pensei, coitadinha a falta de apetite tem destas coisas)

Fiz a torrada, levei-lha até ao seu trono, olhou, mexeu, e passados uns 3 minutos diz-me:

 - Eu não quero torradinha, quero é pãozinho com manteiga!
 - Mas ó filha tu pediste a torrada!
 - Não, eu disse que queria um pãozinho com manteiga. (ok, não tem febre mas pode ser algum tipo de delírio, deixa-a estar)

Preparei-lhe uma fatia de pão com manteiga (já quase a espumar-me), parti-a em 2 rectangulos exactamente iguais para não haver reclamações e levei-lhe.
Viu, sorriu toda contente, viro costas quando estou a chegar à porta da sala (5 segundos depois), ouço:

 - Eh mamã, o pãozinho não está bem cortado?
- O quê? (digo eu incrédula)
- Mamã, tem de ser quadradinhos!

Respiro 10 vezes (muito depressa), pego no prato, vou à cozinha, parto os rectângulos a meio e só peço aos anjinhos que ela os coma senao dá-me um treco.

Comeu tudinho satisfeita e eu nem queria acreditar...Não queria acreditar que os tinha comido e não queria acreditar naquilo que meia hora antes tinha acontecido!!

O que te vale filha é que:

Eu te amo muiiiiiito.
Eu sei que estás doentinha
Eu sou tua mãe e faço tuuuuuuudo por ti.

Senão... (senão nada, eu sei!)


P.S.: confesso que não tenho paciência para doentes lamechas e que nunca estão satisfeitos, eu sou uma doente que ninguém dá por mim, deve ser por isso

23 fevereiro 2012

Curtas (ou não)

Estou doente desde sexta feira (gripe e só a benuron)
Estou de baixa desde segunda.
Estou fechada em casa faz amanhã uma semana.

Hoje que estava a apresentar melhoras - A fadinha fica doente! Grrrrr

Amanhã, com as nossas 35 semanas, vamos à última consulta no privado e apartir daí serei seguida pela minha médica já no hospital . CTG's e  etc e tal.
Já tratamos de preencher todos os papeis para o banco público de células estaminais e já enviámos, agora é esperar que esteja tudo bem.
As malas estão prontíssimas, a barriga já descaiu e a flôr já anda  às cabeçadas, parece-me a querer abrir caminho.

Quanto ao peso aumentei somente 4,300Kg até agora, pouco eu sei mas a bébé está a desenvolver-se bem (e a barriga está descomunal!).

Quero remodelar os quartos (pintar paredes, tectos, roupeiros, dar um novo ar à nossa cama) mas nem sei por onde começar, 1º porque estou cansada e 2º porque tenho muitas ideias e gostos e não sei mesmo para onde me virar. Se tivesse muitos € pagava a um decorador para me tratar disso.... (pensamentos, não liguem)

Tenho-vos lido.... :).... são aniversários (parabéns mamã Claúdia ;) )...são mamãs quase a ter os seus primeiros filhotes (está quase futura mamã)... são regressos á origem (bem vinda de volta Kris)... são inícios de novas mas conhecidas viagens (mamã Su e já lá vão 11s, és linda)... É a partilha de todas (sem execpção) que me acompanham e tanta companhia me vão fazendo nem que seja naquele minutinho em que enquanto o papá cá de casa dá o banho à piolha e eu trato do jantar aproveito para "espiolhar" os vossos cantinhos - Obrigada!

Beijocas a todas

09 fevereiro 2012

33s ( e 1 dia) de Ti

De manhã


À tarde (um pouquinho maior, não acham? ;) )





A mamã nas três fotos: Menina,  Mulher e Mãe



 P.S.: já da gravidez da fadinha me aconteceu e hoje voltou a acontecer, pelos vistos devo ficar irresistível aos olhos do sexo masculino quando estou grávida (ou então é mesmo das mamas), não é que voltei a ser "assediada" na rua e com esta barriga descomunal! Pelo menos desta vez não tentaram apalpar-me nem sentarem-se ao meu colo, foi só um olhar e um "nossa, ai se eu te pego" cantado logo a seguir. lol