31 maio 2010

Consulta dos 18


Ola, chegamos da consulta dos 18 meses, um bocadinho antecipada (2 dias) mas o pedi vai casar e depois vai estar de lua de mel (tudo de bom para ele)
A piolhita está simplesmente maravilhosa, peso OK, comprimento OK, PC OK, desenvolvimento psico motor OK, só ainda não simpatiza muito com o senhor doutor mas ele diz que é mesmo assim, próprio da idade. Adoro aquele médico a sério!
A piolhita agora imita  tudo o que dizemos é de partir a moca a rir! Cada dia que passa está mais palhacita e mais vaidosa. Este fim de semana fomos ao parque e calcei-lhe umas havaianas, simplesmente delírou, andava sempre a ver-se ao espelho e soltava uns UAU e começava a dançar.  Uma risota como devem imaginar.
No parque divertiu-se tanto e sujou-se tanto com relva, mas o que achei giro e já a algum tempo que venho a reparar é que ela é muito dada, gosta muito de estar com os outros miúdos, de dar beijinhos e abracinhos e festinhas e também gosta muito de dar os brinquedinhos dela, aliás é a primeira coisa que faz. É uma fofa!
Espero que esteja tudo bem com todos os cantinhos que visitamos.
Beijocas nossas


25 maio 2010

Momentos felizes...

Novidades
Dentro das imensas novidades que a fadinha vai fazendo e conquistando saliento duas:
Já fomos andar de metro e ela adorou ( mal sabe ela o frete de ter de andar TODOS os dias nos transportes públicos, só daqui a uns aninhos não é filha?!) lol

À espera do metro e a fazer macacadas
Ah e agora uma de mãe babada, reparem nos dois tótós que já conseguimos fazer!! eh eh

A outra tem haver com o facto de a minha filha já ter começado a ganhar o gosto pelo calçado da mamã, ainda só lhe tem dado para pegar nuns chinelos velhos (os outros sapatos estão bem guardadinhos) mas ela já anda a rondar a sapateira. Lembro-me que quando era pequenina também adorava andar com os sapatos da minha mãe! (até nisso saiu a mim eh eh eh o pai se lê isto fica piurso hi hi hi)


Bjs

24 maio 2010

O sonho

Sempre disse, desde pequenina, que quando crescesse queria ser médica ou peixeira (sim, eu sei, não tem nada haver). Consoante fui crescendo os meus sonhos e anseios foram mudando e a meta já não era a mesma, APENAS queria que quando fosse grande fosse também FELIZ. (sim, era sóóóóó isso que pedia).
Hoje mais uma vez tudo mudou e já não peço para EU ser feliz mas sim que ELA, a minha fadinha, seja sempre muito feliz.  Eu sei que está tudo directamente ligado mas para mim a felicidade é um estado cuja causa é multifactorial e quase inantigível, uma utopia em que se pensarmos bem o que temos são uma cadeia de momentos felizes e não um estado permanente de felicidade plena,
Hoje eu abdicaria de todos esses momentos felizes só para ELA o ser na sua plenitude, só para ELA ter sempre tudo aquilo que merece e precisa para manter aquele calorzinho no coração que nos faz sorrir de felicidade.
Ontem olhei para ELA e vi como está a ficar crescida, vi como brincava com: o amiguinho; com a kika (a cadelinha); com a areia; a terra; as flores.  Vi como estava contente, vi como estava feliz e vi como hoje tudo só faz sentido ao vêr aquele sorriso de quem tem o coração "quentinho", o sorriso e o brilho nos olhos de quem é feliz.
No que depender de mim, meu amor, estarei sempre aqui para te ajudar a encontrar os caminhos da felicidade. 

16 maio 2010

15 maio 2010

17 meses e mais uns dias

Bem... já há tanto tempo que não vinha cá!! A verdade é que ando cansada e sem muita vontade para escrever, mas hoje lá decidi vir contar qualquer coisita da minha piolha.
Pois é a fadinha está cada vez mais crescida e com o crescida venhem as coisa boas e algumas más.
O que eu quero dizer com isto é que a personalidade está cada vez  mais vincada (o que não seria mau não fosse...) ... não fosse as lutas constantes para que nos obdeça (eu sei que é normal e todos passam por isso mas que desgasta, desgasta).
De momento a única maneira de fazê-la perceber que o que fez é errado é pô-la ou mandá-la de castigo para o quarto. Chora, melhor dizendo berra, que nem uma desalmada que até parece que a estamos a matar, depois feita impostora começa a logo a pedir coínho (colinho) que é para zarpar do quarto. Se não a deixo logo sair e tento explicar o que fez de mal, dá-lhe novamente o fanico e é berreiro certo. Resumindo, voltamos ao início do castigo e só saímos do quarto até ela se acalmar e perceber que tem de nos obdecer e ouvir o que lhe dizemos (claro que tudo isto demora num máximo 5 minutos). Depois é só mimo e abraços e beijos até se lembrar de fazer outra asneirola qualquer (ou a mesma).
Juntamente com esta fase de conquista de autonomia e teste de limites, ela também anda muito meiga, sempre a querer vir para o meu colo, sempre a dar-me beijos, ele é nas pernas (se estou em pé e ela no chão), é na barriga, é na cara, é nos lábios, é nas mãos, é só miminho.
Já tem 12 dentinhos e agora adora andar com os meus sapatos,é um delírio!!
Faz muitas macadas para nos fazer rir (e consegue, lol), é uma verdadeira palhacita! Adora dançar, mas adora mesmo, se estou a ouvir música vai logo ao botão do volume para aumentar o som e começa a abanar o capacete. Ah, e cheira-me que vai gostar de discotecas, sempre que estou na cozinha liga o som ambiente, desliga a luz e vai a correr baixar o estore (não sei se gosto disto!!)
Está MUIIIIIIIIIITO vaidosa, sempre que compro alguma coisa nova para ela e lhe mostro grita logo - Que li! (que linda) e depois põe em frente dela e começa a rodopiar toda contente, noutro dia mal chegou à avó foi a correr mostrar os papuns (sapatos) novos, gritou: - Papum Papum! - rodopiou e depois levantou a biqueira do pé com o calcanhar no chão e abanou para um lado e para o outro toda feliz. (ai a nossa conta bancária!!)
Já escrevi um testamento e tenho de ir andando.
Beijocas para todas/os

05 maio 2010