25 dezembro 2011

Foi-se...

E assim de repente o espírito natalício foi-se... sinto-me triste e não queria.
Adoro o Natal e os preparativos, o dia 24, a preparação da ceia, o bacalhau, os doces, a mesa farta, todos com a azáfama alegre a preparar tudo para a grande noite e isso não aconteceu. As tradições de uns não são a d'outros e sinto saudades, sinto falta das minhas tradições.
Não me queria sentir assim pois gosto da família que escolhi para partilhar a minha vida, aquela que ganhei quando casei e estou a fazer um esforço enoooorme para me agarrar ao que realmente importa - estarmos todos juntos e com saúde - mas não estou a conseguir e só me apetece chorar e chorar para vêr se este sentimento se vai embora.
Ontem a noite foi praticamente como outra qualquer sendo que a única novidade foi ter de ir às urgências pois senti contracções com dores que não passavam - infecção urinária (eu avisei que esta última semana ainda podia trazer qualquer coisa na manga, mas está tudo bem e já estou medicada), e não fosse o susto e medo nervoso que estava a sentir até podia dizer que foi uma maneira do tempo ter passado mais depressa... e não queria sentir isto, não queria mesmo!!

4 comentários:

Futura mãmã disse...

Vai ver que pro ano seu natal tem outro saber com o seu pequenoooo :D

Beijo

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Assim realmente não vale :(

Ana disse...

Espero que mudes esse estado de espírito, não é bom para o bebé nem para a fadinha, ela facilmente percebe que a mamã não está bem.

Pensa nas coisas boas que a vida te oferece e esquece o menos bom.

Tens muitas razões para seres feliz e durante a gravidez tens de andar feliz para contagiar esse ser maravilhoso que está dentro de ti.

Há tanta gente que não consegue engravidar. A minha irmã, tenta há sete anos e não consegue. Em menos de dois anos, o marido dela perdeu o pai, um primo e agora um tio. Ela chegou na sexta-feira, da Suiça e ainda não a vi sorrir e, se estivesse no lugar dela, com tanta tristeza, não sei como me sentiria.

Tens uma filha maravilhosa, pensa nela e sorri. A vida são três dias e dois já passaram, não há tempo a perder com tristezas :)

Beijinhos e continuação de boas festas :)

Caty disse...

Vamos lá afastar esse sentimento, tens as duas lindas pessoas em que pensar. Agarra-te a elas e vais buscar todas as forças do mundo.
bjs